julho 28, 2012

Revelações

Aqui à umas semanas numa aula de Kundalini Yoga, queixei-me de dores num joelho. A minha Mestre perguntou porque me doía e eu expliquei-lhe que quando era mais novinha fiz uma distensão muscular e que não ficou bem curada. No entanto ela perguntou-me: " E não anda com nenhum medo ou ansiedade? ", pensei um pouco e disse " Não até anda tudo relativamente bem ".

A filosofia oriental relaciona muito as nossas dores com o nosso bem estar interior, dizendo que uma dor pode ser provocada por um medo, receio ou ansiedade. E eu estou tentada a acreditar nessa filosofia. Para já, uma amiga minha teve umas situações complicadas todas ao mesmo tempo (ficou desempregada, tentou arranjar uma bolsa de doutoramento e ficou em segundo por umas décimas e ainda tem um problema de saúde dentária que precisa de ser resolvido e é difícil), e começou a ter grandes dores ao fundo das costas. Entretanto fez acupunctura e meditou bastante, conseguindo adoptar uma atitude mais passiva com os problemas dela e as dores só voltam de quando a quando.

E eu ontem descobri algo e hoje a dor está de volta. Descobri que estou cheinha de medo do meu futuro! Vai ser brilhante o meu futuro não tenho dúvidas até porque é assim que o quero construir. O que me assusta é a quebra de rotina que vou ter: a mudança que vou ter de acatar. E claro que a mudança é boa e eu nunca lhe fecho os braços mas não ter qualquer tipo de receio é impossível não acham?

Desde Fevereiro que voltei para a casa da minha mãe, para a minha família e amigos, a maior parte deles conheço desde que éramos pirralhos. E agora quando voltar para Lisboa, vou para um sítio novo, conhecer e trabalhar com pessoas novas: não sei bem ainda o que vou desempenhar nem com quem! É ligeiramente assustador mas agora que já sei que bem cá dentro é isso que anda aqui a roer-me, vou fazer tudo para tirar o melhor desta situação...


Pin It Now!

1 comentário:

  1. O medo do futuro é normal mas o melhor é mesmo ter esperança e positivismo, pensando que tudo há-de correr da melhor forma! :) Há-de correr!

    ResponderEliminar