setembro 06, 2012

Cenas que me deixam enervada com os nervos

Atrás do complexo de prédios em que vivo, há uma grande vivenda, de gente rica mas muito, muito mesmo mal formada. Toda a gente na Santa Terrinha conhece a dia cuja e a fama associada.

Acontece que o dinheiro é tanto e a formação tão pouca, que desde à dois têm um ritual: uma casa para o Inverno (esta aqui atrás) e outra para o Verão (algures). Ora lá vão eles para a casa de Verão e raramente aqui põe os pés a não ser para irem à garagem buscar alguma viatura que lhes apetece passear.

O que me enerva é que deixam os animais para aqui de qualquer maneira, nomeadamente uma gata. A gatinha tanto este ano ano como no anterior teve uma ninhada e o que sucedeu o ano passado foi que uma das crias nasceu com um olhito deficiente e a gata o rejeitou. O pobre animal caiu para a piscina (vazia...) e não conseguia sair de lá. Foram dias e noites a miar até que um dia a estender a roupa vi que uma das parvalhonas estava lá e chamei-lhe a atenção para o sucedido. Não me perguntem o que ela fez ao gato que não tenho ideia.

Qual é o meu espanto ontem ao fim da tarde me vir deitar um pouco a descansar e ouvir miados insistentes e aflitos: ora pois, lá estão três pobres gatinhos dentro da piscina! É desumano! Porque eles nem a mãe alimentam, mas ela já é gata adulta lá se desenrasca, aqueles pobres três para ali estão e eu a vigiar a janela não vá alguma alminha estúpida daquelas aparecer para lhe poder chamar a atenção...

Pin It Now!

2 comentários:

  1. EM FIM! eu até me passo com essas cenas... Não há maneira de ir la buscar os gatinhos? E já que os ditos cujos têm tanto €€€ será que custa muito despender de uns 50€ para esterilizar a gata?

    ResponderEliminar
  2. Tenta entrar em contacto com a associação de animais mais próxima, eles costumam saber o que fazer nessas situações. Os animais não têm muitos direitos, mas ainda têm alguns. Pobrezitos. Eu fico doente com essas situações.

    Big Kisses

    ResponderEliminar