maio 08, 2013

All on board: episódios na Carris #1


Um dia destes vou perder conta aos episódios ridículos a que assisto (ou de que faço parte) quando ando nos autocarros da Carris, pelo que de uma vez por todas, vou começar aqui a expô-los (já tinha pensado muitas vezes em fazê-lo mas a preguiça falou sempre mais alto).

É incrível como as pessoas conseguem ser ridículas na utilização deste transporte, principalmente quanto mais velhas, mais palhaças.

Normalmente há sempre muita implicância nas entradas para o autocarro, mas hoje aconteceu-me embirrarem comigo na saída e digo-vos - por essa é que eu não estava à espera. Pois é, uma senhora implicou comigo porque me pus à frente dela para sair antes dela! Uau. Não que eu estivesse assim com tanta pressa para sair, a questão é que andar por ali de computador, mala e marmita não é nada fácil, e ainda para mais ia em pé, ou seja, no corredor estava a estorvar passagem e também não havia bancos para me instalar e como ia sair pensei 'vou ali encostar-me à porta, tenho mais espaço e também saio já na próxima'. Pois assim que me encosto à porta oiço por trás a Sra.

'Mas que pensa que está a fazer?'
'Desculpe é comigo?'
'Pois claro que é consigo porque se pôs à minha frente? Eu já estava primeiro para sair'
'Minha senhora eu também vou sair, e como estou assim carregada vim para aqui para tentar estorvar o menos possível'
'Não tem nada que sair antes de mim porque eu já aqui estava'

Entretanto o autocarro pára eu saio e digo à Sra. (de forma arrogante admito)

'Como vê, nenhuma de nós ficou lá dentro'
'Já não há respeito!!'

Que vá por o respeito no rabinho foi o que eu pensei. Se eu já acho o drama das entradas disparatado que dizer deste das saídas... Nunca o tal é o que vos digo! Pin It Now!

2 comentários:

  1. Deixa! Há pessoas ridículas por aí! Não têm a noção do que dizem!

    Beijinhos

    ResponderEliminar