fevereiro 15, 2015

"Prometo Falhar" - a review


Pois não gostei nada, é verdade. Mas tenho para comigo que é daqueles livros que devemos ler de 10 em 10 anos. Não vou culpar o Pedro Chagas Freitas, eu devia ter-me informado melhor sobre o livro, tonta como sou nem me apercebi que eram crónicas e eu não sou nada fã de crónicas. Lembrou-me o José Luis Peixoto mas menos arrogante, e eu não gosto nada do JLP. Para mim, o problema das crónicas, é que sim têm ali um texto ou outro, ou até uma frase que nos sustém a respiração, arrebatam o coração, mas pouco mais. Eu sabe-se lá porquê, estava à espera de uma história. Mas não, apenas uma compilação de textos, sobre amor, desejo, tesão, sexo e orgasmos (e momentos em que todos se confundiam). Pronto foi isso: is not you it's me. Pin It Now!

10 comentários:

  1. Adoro Pedro Chagas Freitas e adoro José Luís Peixoto porque dizem muitas coisas que eu sinto e não consigo traduzir em palavras.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, já eu não me revejo nada nas palavras deles...

      Eliminar
  2. Já eu.. sou toda crónicas! :) Esta coisa dos 'estilos' não tem mesmo discussão possível. Ou se come, ou se deixa na borda! ;)

    ResponderEliminar
  3. Já ouvi falar bem deste livro! Talvez lhe dê uma oportunidade, mas não o vou comprar porque posso acabar a pensar o mesmo que tu xp

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pede emprestado é melhor, eu bem me arrependi!

      Eliminar
  4. eu percebi que eram crónicas, já na fila para pagar. ainda fui a tempo, e devolvi-o à prateleira...

    ResponderEliminar
  5. É livro que não me desperta muita curiosidade...

    ResponderEliminar
  6. Eu comprei-o este sabado.. e tenho a mesma opinião.. pensava eu que era um livro de romance.. até porque, perguntam-me estas a gostar? eu ainda não entendi a historia! lol
    a ultima vez que li crónicas, foram da Margarida Rebelo Pinto.. mas de certo, acho que arrependi um pouco de comprar o livro..
    http://alebanac.blogspot.pt

    ResponderEliminar