março 17, 2015

Adivinhar é proibido e dias não são dias


Tenho algo que nem muitos têm e que imensos queriam: um emprego. Mais, um emprego na minha área. Um emprego na minha área e no assunto que mais me inspira. No entanto, não estou feliz - nada feliz.

- O assunto que mais me inspira se calhar não é assim tão inspirador como eu achava - mas com isso vivo eu bem: sou nova, tenho tempo para experimentar e errar, para mudar, para aprender.

- Gosto de trabalhar. Gosto, a sério que gosto - posso não gostar de tudo o que faço (ou já fiz) mas lá faço porque gosto de me manter ocupada e não me assusto facilmente com desafios.

- O que me anda mesmo a por para baixo, muito para baixo é:

1. O ambiente de trabalho - coisa mais ruim nunca imaginei eu na vida. Quando aceitei o emprego não vinha com grandes expectativas (até porque o emprego anterior me ensinou a ter poucas e a geri-las bem lol) mas também não esperava isto. Como já aqui referi inúmeras vezes: pessoas más, mesquinhas, egoístas, com a mania que só elas sabem, pouco humanas, que não trabalham em equipa (quando isto é um trabalho de equipa!), etc, a lista continua e podia dar exemplos mas para quê? Estar aqui a pensar naquilo que já aturo no mínimo 8h/dia? Nah.

2. O facto de não estar a aprender - que deriva de haver pouca gente de momento e do mau ambiente. Como dizia no outro dia uma assistente que entrou comigo "Sabes eu às vezes gostava de ter um tempinho para entender o que estou a fazer". E desatámos as duas a rir, porque é tão verdade! Acabamos por refazer o que estava no ano anterior actualizando valores, e se estiver a cruzar correctamente - FEITO! E passa para outro, que não há tempo.


As expectativas eram poucas, e a vida é feita de escolhas, altos e baixo, etc, bem sei (todos nós já sabemos), e eu até tento ser uma pessoa optimista e abraçar os caminhos que escolho, mas a verdade é que tenho que admitir e reconhecer que está a tornar-se cada vez mais e mais difícil lidar com toda a loucura à minha volta e evitar pensar que se tivesse ido por outro lado (e eu tinha outro lado para onde ir!) talvez estivesse melhor. Tento não pensar nisto mas desde quinta passada que é isso que não me sai da cabeça: e se? Mas adivinhar é probido! E lá está: dias não são dia e isto faz parte. Tenho que woman-up e seguir em frente. Ser forte, decidida e comprometida em tirar o melhor que consigo dali enquanto der...


Pin It Now!

17 comentários:

  1. É normal sentires-te assim se esse emprego não está de acordo com os teus objectivos nem te permite evoluir como desejas... Não desistas de continuar a procurar algo que te satisfaça mais!

    ResponderEliminar
  2. Como te compreendo, tive um ano a trabalhar e sabe Deus o sacrifício que fiz às vezes para não mandar as patroas à merda. Uma pessoa pensa no ordenado, mas não devia, pois o nosso bem estar também é importante. Tens toda a razão quando referes o facto de seres jovem, pois é verdade... não é esse há mais trabalho por ai. Boa sorte :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há dias que custa mesmo imenso não desatar à chapada :P e sim há por aí outros eu bem procuro... Mas infelizmente não me posso simplesmente despedir porque dependo mesmo do ordenado, não tenho quem me possa ajudar...

      Eliminar
  3. Quando o ambiente de trabalho é mau nem mesmo se fosse o melhor emprego do mundo nos sentiriamos felizes. Posso perguntar em que área trabalhas querida? Não sei se será uma área com muita ou pouca saída mas já pensaste em ir procurando outro emprego dentro da mesma área? Digo isto porque a minha mãe trabalha no mesmo local há 20 anos mas nos últimos anos as coisas mudaram e o ambiente é super mau e eu vejo que isso se reflecte na sua felicidade e no seu amor à vida. Claro que no caso dela seria muito complicado mudar de trabalho pois já tem quase 50 anos e em Portugal tudo o que for depois dos 30 já é complicado empregar por isso te digo: se és jovem e infeliz onde trabalhas tenta arranjar algo novo que te satisfaça

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Trabalho em Auditoria querida... Uma área só por si não fácil! Coitada da tua Mãe, compreendo-a perfeitamente... É uma pena que este país seja só (+-) para novos...

      Eliminar
  4. Eu posso estar a ser muito negativa, mas acho que em quase todos os trabalhos acaba por haver mau ambiente. Haverá sempre uma guerrinha, mania de um que se acha mais, etc.
    Eu vejo isso todos os dias e também perco a vontade de ir para o trabalho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim em todos os empregos há personagens... Lol mas aqui somos tão poucos que é muito difícil uma pessoa se abstrair!

      Eliminar
  5. Às vezes não consigo evitar ter esses pensamentos pelas mesmas razões: e se tivesse noutro local a trabalhar, ou até no mesmo sítio, mas com outras pessoas?! Infelizmente, isso só serve para ficar mais macambúzia e fazer perder tempo com um assunto que "não tem assunto". Tento abstrair-me, mesmo com o trabalho, porque realmente gosto do que faço, mas nem sempre é assim tão fácil.
    R: Pois, se calhar, ele não gostou que me tivesse lambosado toda no natal... mas há pessoas que nem com doces vão lá =P
    ***

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois nem sempre é fácil.. Estes últimos dias tem sido mais difícil mas logo passa...

      Eliminar
  6. Trabalhar assim é muito mau ... eu trabalhei assim num mau ambiente durante 1 ano... e era só eu e uma colega. Por muita coisa que aí referes. Mas lá está, bola prá frente! Aguentei porque precisava do trabalho. Mas custa imenso.
    Mas ao menos tens alguém na mesma situação que tu ao teu lado e olha, assim entendem-se vocês :)
    Esse se irá ficar por responder.. ou sempre podes tentar uma mudança :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim não ser a única a sentir-me assim chega a ser reconfortante. Até porque isto podia tudo ser de mim não é verdade? A minha atitude em relação à situação pode perfeitamente adaptar-se e ficar tudo um pouco melhor... Vamos ver, é procurar uma mudança... boa!

      Eliminar
  7. Esquece os 'e se?' porque nunca vai haver resposta para eles.. eu também tive uma oportunidade para mudar de emprego que rejeitei, e costumava pensar como estaria a minha vida se tivesse aceitado, até perceber que não valia a pena porque nunca ia saber. Pensa só no presente, e se não estás feliz assim, se calhar está na hora de procurares um novo caminho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu evito aos máximo os "se" mas às vezes não me largam! Como ontem :)... O novo caminho, ando a procurar...

      Eliminar
  8. Tenho uma amiga que passou exactamente pelo mesmo, trabalho na área no que pensava que gostava e no fim não era o que queria...mas nao desistiu e agora esta noutro trabalho na area mas noutro sitio e adora :) Não desesperes e não penses muito nos ses :) Podes é sempre arriscar pode ser que tenhas respostas às tuas perguntas ;)

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  9. Há alturas em que também eu penso muito sobre se estarei no sítio certo, mesmo estando na minha área. Há alturas em que sinto um desrespeito pela minha pessoa: trabalhar mais de dez horas por dia, incluindo sábados, ser licenciada e ganhar tanto como as meninas dos shoppings. Por vezes é desmotivante. E depois as intrigas não ajudam. As falsidades idem idem, aspas aspas.

    ResponderEliminar
  10. A conjuntura está complicada e temos de nos agarrar ao que temos, é verdade, mas também é importante que nos sintamos bem com o que temos e com o que fazemos.

    ResponderEliminar