abril 15, 2015

Erros de carreira comuns aos 20's


Começamos a trabalhar cada vez mais cedo (se tivermos a sorte de conseguir trabalho - mas deixemos isso de lado por agora): aos 21 anos já temos um canudo e lá vamos nós. Confiantes como devemos ir, mas depressa nos apercebemos que o mundo do trabalho é ainda mais selvagem do que os tempos de estudo. A Business Insider reuniu alguns erros comuns no início da carreira, a evitar:


1. Thinking that your 20s don’t count - a carreira (e sua evolução) deve ser planeada e sustentada desde o primeiro dia de trabalho! Seja a função a que for: knowlegde is always power!

2. Failing to network early - ao início é sempre difícil construir relações, às vezes nem se consegue: ou pelo nosso próprio feitio, ou pelo dos outros, mas a experiência a mim já me mostrou como construir relações é importante. O meu truque? Um alter-ego, um pouco de teatro para me integrar. Isto entre colegas, no entanto é importante manter contacto com colegas, professores, clientes , enfim, tudo o que vem à rede é peixe.

3. Writing self-centered resumes and objectives - muito importante: o que nós queremos é só para nós, para o empregador, nós só queremos o melhor para ele, tudo o que crescermos, aprendermos com o empregador é para o ajudar a crescer (isto é daquelas balelas que caem sempre bem, mas há quem as cumpra)

4. Quitting a job too soon - claro que num país de trabalho precário como o nosso (estágios, estágios...), não é muito fácil cosntruir um CV consistente, mas é muito importante

5. Failing to invest in yourself - digam comigo: FORMAÇÃO CONTÍNUA. Já disse knowledge is power e como se diz o conhecimento não ocupa lugar: línguas, tecnologias, etc - invistam em VOCÊS. Melhor: muitos empregadores alinham em patrocinar este tipo de formação, é aproveitar

6. Thinking you know everything - não meus bens, bem ao jeitinho e GoT e do Jnow Snow "you know nothing". Arrogância é algo muito expectável num recém-licenciado, e agora estão vocês a dizer "ah eu nunca" e eu digo-vos - não é assim tão linear - reflictam.

7. Ignoring the natural pecking order - não sei se isto será muito importante em todas as áreas mas pelo menos no que toca a gestão e afins - a hierarquia é tudo. Vá-se lá entender! Se eu começasse aqui a falar disto já não me calava, vou resumir: a hierarquia é importante pois estabelece organização e orientação. No entanto humildade e respeito em todos os níveis da hierarquia é essencial.

8. Neglecting to set goals - yay tenho um emprego que se lixe já daqui não saio é esperar para ver. NEVER!

9. Rushing into a job - a parte mais importante na procura de trabalho: a pesquisa. É importante saber o que nos vai fazer felizes, claro que ao início não sabemos bem a que vamos, mas com a pesquisa certa (sobre a função, sobre as empresas a que nos candidatamos) é fundamental

10. Competing - se valeu na escola aqui vale, mas discretamente. Muito discreta e ponderamente... Até porque há tantos objectivos diferentes na construção de carreira que não faz sentido querer o mesmo que o colega do lado, já para não falar do quão frustante isso deve ser...


Valeu?
Pin It Now!

3 comentários: