junho 30, 2015

Relação amor ódio

É como descrevo a minha relação com o trabalho do Agir...


A primeira vez que ouvi esta música pensei "Mas que tolice pegada". Agora, sempre que oiço parece que sei a letra todo.

Depois veio esta...


E além de sentir um enorme sentimento de vergonha alheia o que disse a mim mesma foi "Mas que foleirice vem a ser esta santos?!". E agora a verdade é que quando oiço até que fico toda bem disposta.

Deve ser uma espécie de guilty pleasure qualquer.

(já vi que há fãs dele muito devotas, se andarem por aí, não me matem!) Pin It Now!

13 comentários:

  1. Eu acho que o trabalho do Agir tem-se tornado cada vez mais e mais comercial, o que também não é necessariamente mau, porque agrada a toda a gente, mas está a perder qualquer coisa de especial :/

    http://amiudasempreaandar.blogspot.pt/ *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este é o único trabalho que conheço dele :X

      Eliminar
  2. Eu conheço o Agir há anos, muito antes de ele se ter «comercializado» e gostava do registo dele q.b. Essa primeira música é impossível não se saber de cor mesmo que não se goste porque está sempre a passar em todo o lado xD essa segunda... Dá para rir muito com o «ela parte-me o pescoço» xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Opah realmente eu meto-me a cantarolar aquilo e a rir ao mesmo tempo... que figura

      Eliminar
  3. Eu é mais ódio-ódio, ainda...o moço não me anima, não...

    ResponderEliminar
  4. Confesso que já ouvi falar mas nunca prestei grande atenção e até acho que nunca ouvi nenhuma música dele!

    ResponderEliminar
  5. O Paulo de Carvalho Jr. não é mau a escrever letras, mas confesso que a voz dele me irrita um cadinho. Ainda assim, não desgosto de algumas músicas dele. É mais ou menos Mehhhh, para mim!

    ResponderEliminar
  6. a música dá-me vontade de partir o meu próprio pescoço

    ResponderEliminar
  7. Eu sinto que sei a letra toda, porque está sempre a passar na rádio, mas não consigo gostar de nenhuma das músicas. Acho que são deprimentes demais xD Parecem escritas por um adolescente a entrar na puberdade, pelo menos é a minha opinião xD

    ResponderEliminar
  8. Oh pá, por acaso ouço na rádio mas pronto.. acho que não fiquei fã!

    ResponderEliminar
  9. Eu juro que sempre que ouvia isso na rádio, percebia "ela bate no pescoço" e ficava sem saber o que é que o moçoilo queria dizer...

    ResponderEliminar